Criança

Estamos em luto. Menino de 14 anos atira contra colegas em escola particular de Goiânia

Dois alunos morreram e quatro ficaram feridos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

little-boy-taking-gun-behind-his-back-dangerous-picture-id537924883

(Foto: iStock)

Um estudante da oitava série atirou contra colegas no fim da manhã desta sexta-feira, 20. A tragédia aconteceu dentro do Colégio Goyases, uma escola particular de ensino infantil e fundamental,em Goiânia.

De acordo com o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, dois estudantes morreram e outros quatro ficaram feridos. O suspeito dos disparos, um menino de 14 anos, é filho de policial militar e está apreendido, segundo o coronel da Polícia Militar Anésio Barbosa da Cruz em entrevista ao G1. O policial também comentou que o adolescente sofria bullying na escola e este poderia ser o motivo de ele resolver pegar a arma em casa e disparar contra os colegas.

Segundo testemunhas, o crime ocorreu por volta das 11h50. O menino estava dentro da sala e durante o intervalo tirou a arma da mochila e efetuou os disparos. Quando o adolescente estava se preparando para recarregar o revólver, foi interrompido por alunos e professores. Os estudantes João Vitor Gomes e João Pedro Calembo morreram no local. Outros quatro alunos, três meninas e um menino, ficaram feridos e receberam o devido socorro.

Anúncio

FECHAR
crianças

(Foto: arquivo pessoal)

Pais&Filhos acredita que a legalização do porte de armas no Brasil não deve nunca ser autorizada pois não traz nenhum benefício para a sociedade

Leia também:

A responsabilidade é nossa! Que pais expõem uma criança a uma situação como da exposição no MAM?

‘ChildFree’ é o movimento que proíbe a entrada de crianças em estabelecimentos

Prefeitura nega distribuição de “ração humana” em creches

Pais&Filhos TV