Família

Testamos o iPhone 8 no modo ‘filhos que correm e derrubam tudo pela frente’

Smartphone chegou hoje às lojas brasileiras e traz novidades para pais e filhos

Marco Bezzi

Marco Bezzi ,pai de Teodoro

iPhone 8

A família iPhone 8 e 8 Plus chegou hoje às lojas do Brasil. Para quem é usuário fiel do smartphone desde o seu nascimento há 10 anos – como eu–, os conceitos e preconceitos sobre o novo aparelho já haviam sido mastigados em reviews na internet durante as últimas semanas.

Antes de testá-lo, tinha uma ideia fixa na cabeça de que não valia a pena trocar o meu 7 Plus por uma atualização que no meu entendimento só se dava no novo chip (A11 Bionic), aumentando sua velocidade e força para rodar jogos e aplicativos ao mesmo tempo. Isso até antes de ter o aparelho em mãos (um iPhone 8 Plus) e passar algumas tardes com meu filho e afilhada.

Anúncio

FECHAR

iPhone8Plus_iPhone8_water

A maior preocupação de quem é pai e tem o smartphone como central para fotos, contatos, redes sociais, agenda etc é a durabilidade. Quedas são comuns quando se têm crianças cheias de energia pela casa. Para aumentar sua resistência, a Apple voltou a usar o vidro na parte de trás do aparelho. Além disso traz uma nova subestrutura de aço e uma moldura de alumínio usada na  indústria aeroespacial. Dá até pra pensar em deixar nas mãos das crianças sem culpa. Ah, o iPhone 8 vem em três cores: cinza-espacial, prateado e dourado e é resistente a água.

Outro ponto interessante e certeiro para quem tira foto dos filhos dia sim, dia sim e adora ir em shows é a nova câmera do aparelho. Nós sabemos que boa parte das suas imagens saem borradas e sem forma, no caso de crianças correndo, ou sem luz e nitidez, no caso de espetáculos noturnos. Para isso, a câmera do iPhone 8 tem uma abertura maior e uma estabilidade que capta bem melhor imagens em movimento. A abertura maior funciona para ambientes com pouca luz. Já, o modo retrato, que desfoca o fundo, resultado das duas câmeras funcionando juntas e só encontrado no 8 Plus vem com mais recursos. É possível transformar as fotos em cinco modos. Os três mais legais com o meu filho Teodoro, eu mostro abaixo. A câmera traseira continua com seus 12 MP e a dianteira para selfies com 7 MP – e também uma melhor abertura para captar pontos mais escuros.

Teodoro Bezzi em três momentos no modo retrato

Teodoro Bezzi em três momentos no modo retrato

Outra aposta da Apple e que fez a alegria da molecada em casa são os recursos para Realidade Aumentada. Com um algoritmo que melhora a experiência e aplicativos que vão de decoração a anatomia, é possível, por exemplo, visualizar como ficariam os móveis na sua casa antes de comprá-los, ou entender o funcionamento de um coração humano com detalhes para fortes.

O Homem Aranha estava na minha sala

O Homem Aranha estava na minha sala

Tudo isso me fez repensar e entender que vale sim trocar o iPhone. Isso se você for um usuário compulsivo como eu ou tiver filhos que adoram posar pra fotos e gostam de dividir seus dias com brincadeiras analógicas e digitais. Ah, e vamos aos preços  do novo aparelho da Apple, aquele momento que a gente reza pra ter uma boa grana guardada. O iPhone 8 custa a partir de R$ 3.999 e o iPhone 8 Plus a partir de R$ 4.599. Você pode optar por um armazenamento de 64 GB ou de 256 GB. Eu recomendo o maior. Mas aí vai depender do seu uso e do seu bolso. Ah, faltou falar que a partir de agora os iPhones também usam a tecnologia de carregamento sem fio, já utilizadas por outros smartphones.


Leia também:

26 fantasias geniais de pais que não deixaram os bebês de fora no Halloween

Bebê copia as poses do tio modelo no Instagram e faz sucesso na internet

“Estou sendo o pai que eu não tive”, escreve o nosso colunista Marcos Piangers

Pais&Filhos TV