Criança

É sério? Titi sofre sofre racismo na internet

"Não vai ficar impune", afirma Bruno Gagliasso após registro de denúncia contra autora dos comentários

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

titi

Foto: Reprodução/Instagram

 

 

 

Anúncio

FECHAR

O ator Bruno Gagliasso e sua esposa, a atriz Giovanna Ewbank, voltaram à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), em pouco menos de um ano, para denunciar outra ofensa racista sobre sua filha, Titi.

Não é a primeira vez que a menina sofre preconceito nas redes sociais. Desta vez ela foi atacada pela brasileira Day Mcarthy, que se define como escritora e vive no Canadá. Day publicou um vídeo com comentários ofensivos contra a filha do casal de atores. E essa também não é a primeira vez que a escritora ofende alguém na internet. Ela já fez comentários preconceituosos contra Rafaella Justus, filha de Ticiane Pinheiro e Roberto Justus.

Day Mcarthy responderá por injúria racial, difamação e injúria.

“Isso acontece todo dia. Cabe a gente, todo mundo que se sentiu ofendido, que quer fazer a diferença no mundo, de fato, fazer, falar. É muito importante que todo mundo que se sentiu ofendido venha e preste queixa”, disse Bruno Gagliasso.

Titi, que tem 4 anos, foi adotada pelo casal após uma viagem do casal ao Malawi, no sul da África.

“Não vai ficar impune. A delegada foi bem clara pra mim: ‘Bruno, ela cometeu um crime. Ela pode estar em qualquer lugar do mundo, ela vai ter que responder por isso'”, afirmou o ator.

Quem ofende alguém por causa da cor da pele está sujeito a 3 anos de prisão, por injúria racial. Mesmo morando em outro país, Day terá que responder pelo crime.

O casal também se manifestou nas redes sociais, como na foto abaixo:

Leia também:

Secretaria Municipal de Saúde de SP registra 600 casos de Hepatite A entre janeiro e outubro

Conheça os livros do super casal Ana Cardoso e Marcos Piangers 

Conheça os livros de Laura Gutman que falam sobre maternidade e reflexão

Pais&Filhos TV