Criança

Saiba como seu filho pode aprender por meio da tecnologia

Ele vai poder aprender e se divertir durante as férias

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

aprender

Foto: iStock

 

 

 

Anúncio

FECHAR

 

 

 

 

 

 

 

 

Férias são sinônimo de diversão. Mas não quer dizer que as crianças não possam aprender enquanto se divertem! É isso que a HappyCode tem uma colônia de férias própria para crianças e adolescentes dispostos a aprender se divertindo. Hoje em dia a tecnologia está presente em grande parte das casas, e ela torna-se presente na hora do aprendizado, seja para ajudar em matemática ou melhorar o inglês. Veja abaixo algumas formas de aprender durante as férias segundo Rafaela Matos, pedagoga da HappyCode:

1- Aprendizado por meio de jogos: essas colônias são ideais para as crianças que demonstram interesse e curiosidade de saber mais sobre o mundo da programação. É a oportunidade de ter um primeiro contato com a tecnologia e inovação, e por meio dos seus jogos favoritos, elas podem entender como funciona o processo de programação, desenvolver uma facilidade de aprendizado e organização de pensamentos, aperfeiçoando a escrita, trabalhar em equipe, entre outros benefícios;

2- Benefícios das atividades unplugged: esse aprendizado valioso não está apenas na programação, mas em habilidades humanas que computadores não podem replicar, como a empatia e a resolução de problemas. As colônias também ensinam conceitos de ciências da computação fora do computador.

3- Conhecimento por meio da socialização: ao longo do aprendizado, a socialização é o maior resultado obtido. É possível conviver e trabalhar com crianças que têm os mesmos interesses. A facilidade de se relacionar estimula novas amizades com confiança e independência, em atividades criadas para realmente exploram a criatividade, livre de julgamento, sem o medo de falhas, e com um acompanhamento pedagógico suportando todo esse processo.

Leia também:

Marcos Piangers resume o nosso tema durante a mesa redonda: “Você pode ter a sua vida e eu posso ter a minha e isto não é uma afronta” 

“A gente quer que o filho seja uma reedição melhor nossa”, comenta Vera Iaconelli

“Dentro do útero, o bebê está abraçado. Ele precisa encontrar este mesmo acolhimento quando sai”, afirma Anna Maria Chiesa

Pais&Filhos TV